sexta-feira, 23 de abril de 2010

Página 1

Suponho que a infiabilidade do sistema não nos permite obter resultados seguros da nossa pequena loucura. Ainda, e se me permites, digo-te que somos loucos e nessa loucura classificada como clarividente, existe sempre a hipótese de seguir a tendência ou, numa pequena regressão audaz, aproximar os pontos de forma não linear.
Desafia o risco, promove a consequência, conhece-te.
Beneficia da tua causa e mesmo que não a tenhas, não ponhas em causa a tua existência.
Regista, regista-te, regista o momento, enuncia-o, fica na história, tem uma história para contar!

Sem comentários: