quarta-feira, 12 de março de 2008

segunda-feira, 3 de março de 2008

Walking on my feet!

Porque às vezes faz bem pôr de lado as coisas que achamos indispensáveis no dia-a-dia e desfrutar de pequenos prazeres que a natureza nos proporciona! :)
E, enquanto mergulhava os meus pés na areia morna ou no mar fresquinho daquela praia, passavam-me pela cabeça mil e uma imagens e em uníssono, pairavam sobre ela mil e duas perguntas!
Porque me escapam da memória momentos e sensações passados em sítios onde, apesar da luz ténue, a vibração que sinto nos tímpanos não me deixa pensar? Porque será que as minhas fraquezas e medos, que apesar de tudo fazem parte desta condição de ser humano, estão sempre tão presentes? (As outras mil perguntas ficam para depois!!! :->)
E no meio destas minhas memórias difusas que ultimamente o meu cérebro teima em processar, existem uns pontinhos queainda não percebi se são pretos ou mesmo negros... porque será?